quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Capitulo IV


Olhei para todo o lado à procura de alguma placa informativa que me indicasse a secretaria para me poderem dar o mapa da escola e a chave do meu quarto mas não vi nada. Começava a ficar preocupada porque no meio de tanta gente sentia-me perdida. Foi então que ganhei coragem e pedi a uma rapariga com um ar de muita hospitalidade que me ajudasse.
- Scusa...
- Sì ...
- Dove devo andare per trovare il segretaria?
- Ahahah! O teu italiano ainda tá um bocadinho enferrujado. - Ria-se a rapariga.
-Também és Portuguesa? – Perguntei confusa.
- Não, eu sou Italiana. – Disse educadamente. - Mas neste colégio embora existam alunos um pouco de todo o lado, é obrigatório o Italiano, o Inglês e o Português.
- Eu não sabia… - Disse confusa. – A verdade é que não sei nada sobre este colégio e confesso que ando preocupada porque não sei muito bem falar italiano…
- Pois…aqui os professoras falam o italiano nas aulas porque estamos em Itália, mas podes falar português com eles para esclareceres as tuas duvidas. – E sorriu.
- Eu sou a Matilde. – Cumprimentei-a sorrindo.
- E eu a Zoe. – E retribuiu-me o sorriso. –Então…precisas mesmo de ajuda para encontrar o que? É que eu não percebi a ultima coisa que disseste… - Perguntou-me confusa.
- A secretaria para poder ir buscar o meu horário, ver as turmas, o meu quarto…
- Hum…o diretor daqui a nada vai falar, mas podemos dar um saltinho rápido lá e depois voltar.
- Não te importas? – Perguntei confusa.
- Anda dai! – E puxou-me.
Lá fomos nós para a secretaria que não ficava muito longe do átrio. Á medida que ia caminhando ia olhando para tudo e observando os sítios e as pessoas por onde ia passando. Não tive tempo, claro de observar tudo como queria mas, um ano aqui dentro vai dar para explorar isto tudo: o que está a vista e o que não está. Fui muito bem atendida pela funcionária. As pessoas aqui parecem muito familiarizadas o que me deixa um bocadinho mais tranquila. Deu-me um mapa e a chave de um quarto. Olhei para ver o numero do quarto mas nem sequer tive tempo, a Zoe quase que gritava.
- Vais ficar no meu quarto!! – a euforia acho que tomou conta dela porque nem se apercebeu das figuras parvas que fazia – Acho que vamos ser grandes amigas.
- Eu espero bem que sim. Pelo menos és a única que eu conheço…
- Isso resolve-se. Depois do discurso apresento-te ao pessoal, que me dizes?
- Parece-me bem. 
Bem…e ali estava eu, já no meio do átrio com tanta gente desconhecida á minha volta. Sentia-me estranha como o normal, mas ao mesmo tempo feliz porque já tinha feito uma amiga, que embora eu não possa começar já a tirar conclusões, mas parecia ser uma boa pessoa.
O “homenzinho” não parava de falar e falar e já estava a ficar cansada de estar em pé quando a Zoe exclama:
- Anda dai!
- Então mas e… - E não me deixou continuar, apenas me puxou. – Onde vamos? – Perguntei-lhe um pouco preocupada.
- O pessoal todo já se estava a ir embora, segundo o meu irmão e outros alunos que já cá não estão, isto é sempre assim… quando aquele homenzinho começa a falar, nunca mais se cala. – Dizia espantada. – Então toda a gente vem sempre embora.
- Tens um irmão aqui?
Confesso que não percebo porque lhe perguntei isto, mas a história do homenzinho passou-me ao lado, na verdade ele estava a falar inglês para que todos nós percebêssemos, mas a minha atenção era quase nula pois, estava a ver como era lindo o colégio, aquele seu interior…mas continuando…
- Sim. – Respondeu-me. – Ele é estudante do 2º ano de biomedicina, somos gémeos. – Disse-me contente.
- Gémeos? - Perguntei espantada.
- Porquê tanta admiração?
- Por nada em especial… Apenas pensei que eras do meu ano.
- E sou. Digamos que eu tive uns problemas que me fizeram perder um ano. Mas não quero falar sobre isso agora, desculpa.
- Claro, não tem mal. Então e onde vamos? – perguntei curiosa
- Conhecer o teu quarto e depois vamos a um sitio especial.
- Que sitio?
- O maior segredo dos alunos deste colégio. – fez um ar misterioso e eu não sabia se ficava com medo ou contente
-O maior segredo dos alunos deste colégio? – Perguntei confusa. –Estás a assustar-me…
-Oh! A sério, não fiques, na verdade só somos 3. – Explicou-me. –Não somos muitos, mas somos boas pessoas. – E sorriu-me. –Pensando melhor…vamos já para lá. – Dizia radiante.
-Então e o quarto?
-Fica para depois, tens de os conhecer eles são super divertidos. – Voltou a sorrir-me.
-Eles? – Perguntei confusa.
-Sim. – Respondeu-me calmamente e seguindo em frente.
A nossa conversa estava um bocado estranha porque eu estava sempre a fazer-lhe perguntas e ela respondia com a maior das alegrias sem se chatear e eu ficava sempre com medo, espantada ou surpreendida a cada resposta dela…
A verdade é que tinha medo porque…a minha vida mudou radicalmente, estou em Veneza, sozinha, sem família, sem ninguém…eu sei que não sou a única, pelo que vejo existem aqui pessoas de todo o mundo e também não devem ter a família deles aqui, mas a minha vinda foi tão inesperada, nada disto estava planeado, não tive tempo para nada, simplesmente…vim…
-Uah! – Disse já afastada destes meus pensamentos.
-Olá pessoal! – Disse a Zoe cumprimentando-os, eles ficaram especados a olhar para nós – Esta é a Matilde, a minha nova colega de quarto. Matilde, estes são: o Lourenzo e o Josh, o meu irmão gémeo.
- Olá. – disse tímida
- Zoe, podemos falar? – pediu o Lourenzo
- Sim.
Eles afastaram-se um pouco mas percebi que falavam de mim, acho que ele não gostou lá muito que eu tivesse vindo para aqui, é o que eu digo, às vezes só venho atrapalhar e meter-me onde não devia. Entretanto voltaram mas o Lourenzo embora mais calmo não parecia lá muito feliz com a minha presença ali. Sem que ele se apercebesse, olhei-o e não sei como houve algo em mim que estremeceu, foi como se reconhecesse alguém. A verdade e que não reconheci ninguém. Nunca o tinha visto antes.
- Então, Matilde!? Pronta para te aventurares connosco? – perguntou o Josh
- Aventurar? – desconfiei – O que é que vocês fazem aqui? Não é proibido o relacionamento entre rapazes e raparigas?



Então, o que acharam? Queremos opinioes!
Beijinhos Shoninha e R*M

3 comentários:

Alex disse...

Está perfeito o capítulo, quero mais.
Beijinhos

# SaraSantoos disse...

Adorei, quero mais ! (:
Um beijo *

# SaraSantoos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.